Início        Sobre        Quem sou eu       Publicações

Fabiana Guimarães

CONSTELAÇÃO FAMILIAR & DIREITO SISTÊMICO

Direito Sistêmico & Constelações Familiares

O Direito Sistêmico trouxe um novo olhar para o direito: mais evoluído, em busca de soluções eficazes dos conflitos. É uma prática humanizada, consciente, podendo ser aplicada aos diversos ramos do direito: civil, empresarial, desportivo, penal…dentre outros. 

Ao profissional sistêmico cabe um olhar mais integrativo, profundo e abrangente. É necessário enxergar além: compreender as causas do conflito, analisar o comportamento e os padrões das partes envolvidas, animosidades, acusações, sentimentos de vingança e lealdades invisíveis aos padrões familiares, com objetivo de despertar e ampliar consciências para encontrar a melhor solução da lide.

É muito importante estimular essas práticas, construir debates produtivos nesse sentido, mudar paradigmas e desestimular o conflito ineficaz, que só congestiona o judiciário. É preciso garantir a celeridade processual. O Direito Sistêmico tem infinitas vantagens e possibilidades, podendo ser visto como um novo modo de se posicionar em busca da efetividade na solução de conflitos.

 A Constelação Familiar Sistêmica é o caminho da pacificação social, do equilíbrio e da plenitude do ser, uma evolução pessoal que reflete de forma sistêmica. O objetivo é auxiliar as pessoas, partindo da análise do núcleo familiar, instaurando os princípios sistêmicos de hierarquia, equilíbrio e pertencimento de nossa ancestralidade, que irá se refletir de forma positiva em todas as áreas da vida do indivíduo.

A Constelação Familiar Sistêmica também é utilizada como uma técnica alternativa de solução de conflitos em conformidade com a Resolução n.125/10 do CNJ (Conselho Nacional de Justiça ) que possibilita identificar problemas pessoais que se encontram além da esfera jurídica. O objetivo da aplicação da Constelação Familiar no âmbito do Judiciário é a pacificação social.

Na esfera familiar,  tem um olhar integrativo no qual enxerga amorosamente o indivíduo num núcleo, o qual todos os membros fazem parte deste, sendo todos merecedores de profundo amor e respeito. Quando esse olhar toma plena consciência, ele se torna positivo, então resgata-se a harmonia perdida em razão dos conflitos familiares, chamados de emaranhamentos, trazendo de volta ao núcleo familiar o amor, o afeto e o respeito.

Na visão de Bert Hellinger (1925 – 2019), psicoterapeuta, pesquisador, escritor alemão de mais de 84 livros traduzidos em 30 idiomas, filósofo, teólogo, pedagogo, criador da Constelação Familiar Sistêmica, a técnica é uma abordagem plena, que num curto espaço de tempo, permite que ocorra o despertar de consciência do ser, para enxergar raízes profundas de problemas com o objetivo de encontrar caminhos pacíficos para estabelecer a paz e a harmonia nas relações familiares e consequentemente em todas as relações sociais.

O objetivo é pacificar e solucionar o conflito, encontrar a plenitude individual e familiar, através do despertar da consciência do ser e com isso, garantir uma vida mais equilibrada em consonância com pensamentos e atitudes positivas

Quem sou eu

Olá…sou Fabiana, formada em Direito, atuo na área do Direito Sistêmico como meio de solução de conflitos judiciais e extra judiciais, assim como treinamento em práticas colaborativas da advocacia. Sou criadora e mentora da Oficina de Justiça Restaurativa Juvenil para o Sistema Socioeducativo de Minas Gerais para menores infratores, que cumprem medidas socioeducativas em regime de internação, com objetivo de levar práticas restaurativas de ressocialização, estudos sobre o ECA e dinâmicas colaborativas oferecendo bem estar emocional, além de levar informação educativa de cunho jurídico.

 Durante os anos que cursei a faculdade de Direito, percebi que o Judiciário enfrenta  inúmeros desafios com a quantidade imensa de processos que tratam de conflitos intermináveis, que por vezes duram anos a fio, passando até mesmo de geração para geração, trazendo imenso desgaste para todos os envolvidos. É algo extremamente desgastante ver as partes numa “luta judicial” que parece não ter fim. Já ví casos de pessoas que adoeceram gravemente por conta de uma disputa judicial maçante, pois os ânimos se afloram, as partes se ofendem mutuamente, isso porque viemos de uma cultura da não pacificação. Obviamente que a intervenção estatal  é necessária e em alguns casos é inevitável que se resolvam os conflitos na justiça, sem dúvidas. Mas aqui, venho falar de algo muito mais profundo que está por trás do conflito: sentimentos e emoções reprimidas, como raiva, mágoa, desejos de vingança, maquiados em sentimentos ocultos, lealdades invisíveis  que as partes trazem através da herança transgeracional que por vezes atrapalham (e muito!) o bom andamento do processo. Muito mais que solucionar a lide, devemos enxergar o que está por trás do conflito. A conciliação entre as partes e o desejo de pacificação social começam na alma dos envolvidos!

atendimento Personalizado

Localizado à 10 minutos do Fórum Lafayette em região tradicional de Belo Horizonte, de fácil acesso, com estacionamento próprio para sua segurança e comodidade, criamos um ambiente sutil e acolhedor, formado por uma equipe multidisciplinar altamente capacitada para atender você com profissionalismo, discrição e seriedade.

Publicações mais recentes

MAIS ACESSADOS NO PODCAST

Copyright © 2021 Fabiana Guimarães